sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Licor de Romã

Quando o meu avô me ofereceu aguardente, soube imediatamente o que iria experimentar: Licor de Romã! Confesso que nesse dia parecia uma alcoólica num bar: os meus olhos estavam a brilhar enquanto me agarrava a um garrafão de 3l do aguardente que o meu avô faz.

O Outono já chegou e com ele trouxe toda uma panóplia de sabores de época. As romãs fazem parte destes sabores e está entre os meus preferidos. Chego a achar o acto de tirar os bagos de romã, mais do que um tormento, uma espécie de ritual.

As romãs têm apenas o inconveniente de manchar as mãos de amarelo, pelo que vos aconselho a, assim que acabam de retirar as sementes, lavarem as mãos com um bocadinho de cif e esfregarem bem.

Os licores, apesar de demorados, são fáceis de fazer e quando os terminamos só temos de nos controlar para não os beber antes de os deixarmos maturar. O que às vezes é difícil...


(Romãs a macerar no aguardente)

A receita que encontrei para o licor é esta:

2 romãs
3dl de aguardente
150gr de açúcar
1 limão

Preparação:
Tirar os bagos às romãs e colocá-los num frasco de boca larga, pisando-os levemente. Cobrir com o açúcar e as raspas do limão, deixando enxaropar durante 15 dias.
Adicionar o aguardente e deixar macerar durante 3 meses, tendo o cuidado de agitar ocasionalmente.
Ao fim dos 3 meses, filtrar e engarrafar.

Devo dizer que houve algumas coisas na receita que não me agradaram:
1º já fiz licores que levavam limão, anteriormente, e não gostei do resultado, porque o sabor do limão cortava o sabor do licor, logo, cortei no limão.
2º prefiro o método de licor em que se deixa inicialmente as frutas a macerar com o aguardente e depois se junta uma calda de açúcar, logo, cortei no açúcar.

O que se vê na foto, são os bagos de duas romãs, esmagados, a macerar nos 3dl de aguardente. Daqui a cerca de um mês vou terminar o licor e saberão o veredicto final.

Finalização: no final do tempo de maceração, coa-se o licor, apenas para retirar os elementos sólidos, como frutas, e mede-se. O valor final é o valor da calda de açúcar que se deve fazer, assim, divide-se em dois, sendo uma parte de água e a outra de açúcar (se filtrado deu 5dl de licor, a calda deverá ter 2,5dl de água e 250g de açúcar). Leva-se ao lume e quando levanta fervura contam-se 3 minutos e desliga-se. Deixa-se arrefecer um pouco a calda e junta-se ao licor. Depois de misturado, filtra-se o licor (eu uso filtros de café) e engarrafa-se.

Entretanto, convidava-vos a fazer este licor em simultâneo comigo. Quem sabe se acabaremos a comparar os resultados finais?

Para quem não consegue arranjar aguardente, não desesperem, usem cachaça (preferencialmente), ou vodka, mas se conseguirem arranjar, é sempre a melhor opção.

Bons feitiços!

8 colheradas no caldeirão:

Pereska disse...

Olha que giro, descobri ontem que aqui à porta há uma romanzeira e já fui la buscar umas quantas. =)

Afal disse...

Então toca a arranjar aguardente ou cachaça! Se sair como estou à espera...vale bem a pena ;)

TheSim disse...

Ora boas noites!

Infelizmente só vi a tua pagina depois de ter começado a (tentar) fazer o licor.
Ou seja, já lá está o açúcar e o limão tal como indica a receita!
Espero que tenhas razão e que o limão não estrague o produto final!

Assim sendo começa hoje a enxaropar e dentro de 15 dias leva com a aguardente! só já faltam 3 meses e meia :D lol

MusicMan® disse...

Olá!
Comecei hoje o meu licor de romã.

Tal como tu, também gosto mais de macerar os frutos com a aguardente, por isso fiz as minhas modificações e seja o que Deus Quiser....ehehhe

Receita:

2 Romãs Grandes
250g de Açucar
Raspas de Casca de Meio Limão
1 litro de Aguardente que fui eu que fiz de Alambique.

Esta Aguardente que uso para os licores, são os últimos litros a saírem do alambique e por isso têm um teor de alcool mais baixo.

Agora é só esperar até abril para provar o licor..

Depois digo como ficou....eheh

Cumprimentos e boas receitas...

Afal disse...

TheSim, espero que o limão dê só um toque subtil, mas temos sempre o próximo ano para experimentar :D

MusicMan®, o meu aguardente também é de alambique, feito pelo meu avô, mas agora não sei dizer qual é o volume de álcool, porque ele só disse que costuma fazer dois ou três diferentes, um deles para consumo e outro para este tipo de finalidade. Espero que fique bom ;)

TheSim disse...

Ora novo ano (2010) e depois de alguma pesquisa consegui voltar a encontrar este site!

Depois da experiencia do ano passado volto a fazer mais este ano. Desta vez vou fazer uma maior quantidade (3L) e vou usar menos limão! estou na esperança de que fique com o sabor da romã mais apurado.

Nota: depois de 3 meses o licor ficou bom mas a ultima vez que o bebi ele já devi ter uns 5 meses e tenho a impressão que estava melhor! Acho uma boa ideia fazer uma boa quantidade e depois dividir em garrafas ou frascos e deixar apurar!

Afal disse...

TheSim, ainda bem que conseguiste encontrar o blog de novo ;)

O ano passado acabei por deixar demasiado tempo a macerar, este ano vou fazer de novo. Sabia muito a limão?

O melhor dos licores é que quanto mais tempo passa, melhores eles ficam!

TheSim disse...

Não era tanto o saber a limão, mais a sensação de não ser tão doce. Tinha aquele pequeno travo acido. De qualquer forma aconselho a quem fizer a não me ter o limão todo. Mais vale meter um bocadinho e depois ver como fica do que meter muito e depois não ficar a gosto!

Entretanto daqui a 3/4 meses volto cá a dizer como ficou este ;)

Um abraço!